Redewendungen ( Expressões populares)

Todos os países, assim como as diferentes línguas possuem as suas próprias expressões idiomáticas(Redewendungen) e os seus próprios ditados populares (Sprichwörter). Essas expressões são na maior parte das vezes apenas conhecidas e utilizadas pelos próprios falantes dessa língua ou  desse país. Como a lingua falada é uma “coisa viva”, estão sempre aparecendo novas expressões ou modificando as já existentes. Imaginem vocês falando para um estrangeiro que: “esse carro não é nenhuma Brastemp” ou “to sentindo uma treta” eles não iam entender absolutamente nada. Isso acontece igualmente com as pessoas que vão morar ou simplesmente passar um tempo na Alemanha. Vou dar alguns exemplos de “Redewendungen” que tirei do site da DW para vocês.

“Schnee von gestern”0,,18297809_303,00

Em lugares frios, mas não tanto, pode ser difícil identificar a neve como tal, um dia depois de ela ter caído. Ou o calor das ruas e os calçados dos pedestres a transformam em lama cinzenta, ou os raios solares a derretem. Quando algo é “neve de ontem” para um alemão, trata-se de um argumento que não é mais relevante, que perdeu a contundência.

0,,17317260_303,00“Den Bach runter gehen”

Conversando com uma pessoa mais idosa, é comum ouvir-se que as coisas estão “indo riacho abaixo”. E ela não está se referindo a um passeio de canoa, mas sim a uma irremediável perda de valor, seja no comportamento dos jovens de hoje, seja na qualidade da comida no supermercado. E nem mesmo um bote de salvamento será capaz de trazer os bons tempos de volta.

0,,18095564_303,00“Jemandem einen Vogel zeigen”

Excetuado um ou outro ataque aéreo com dejetos, para os habitantes das cidades a maioria dos pássaros é inofensiva. “Mostrar um pássaro” para alguém, contudo, pode não machucar, mas tem chances de ofender. O gesto correspondente é levar o dedo indicador à cabeça, sinalizando: “Está maluco?” No trânsito, uma pergunta retórica que pode sair cara, pois implica multas de até mil euros.

“Katzensprung”0,,15914315_303,00

Em alemão, dizer que algo está apenas a um “pulo de gato” nada tem a ver com a proverbial esperteza do felino: trata-se apenas uma distância curta. Uma alusão que pode ser bastante enganosa, considerando-se tanto a disposição atlética dos gatos quanto a preguiça humana.

“Das Gelbe 0,,17581447_303,00vom Ei”

Num ovo, é na gema onde se encontra o maior número de nutrientes. Portanto, a não ser que se esteja preparando um suflê, ela é sua parte mais valiosa. Na linguagem coloquial alemã, falar de “o amarelo do ovo” indica algo de excelente qualidade. Curiosamente, a expressão é mais frequente em contextos negativos, para relativizar o valor de um bem ou de um desempenho.

“Schwein h0,,17440202_303,00aben”

Apesar de eles serem úteis e bons de se comer, grande parte da população do planeta não considera os porcos os animais mais atraentes e fofinhos. Mas na terra da wurst, do schnitzel e do eisbein, os suínos não só são os bichos mais consumidos, como os alemães desenvolveram uma relação especial com eles. Portanto, para quem “tem porco”, há motivo para se alegrar: essa pessoa tem sorte.

Essse são apenas uns poucos exemplos. Existem milhoẽs de expressões que significam coisas variadas. Alguns ditados populares até se assemelham com os nossos, pois são bem antigos. Diante de qualquer dúvida aconselho sempre perguntar antes do que se trata ou procurar em algum lugar para que não haja desentendimentos.

FONTE

 

Coisas úteis na vida dos alemães

Li uma reportagem bastante interessante e inusitada na Deutsche Welle sobre algumas coisas que não podem faltar na vida dos alemães. Assim como na utilização dos verbos (que são bem claros no seu significado), eles são conhecidos por terem objetos específicos para cada função ou necessidade.

 

Dez coisas que não podem faltar numa casa alemão

Screen Shot 2016-01-12 at 12.45.47 PM Parafernália em torno do ovo
O café da manhã ideal do alemão deve incluir um ovo cozido. Por isso, não podem faltar os utensílios para comê-lo: copo de ovo, saleiro e colherzinha específica. Para os mais extravagantes, existe um dispositivo metálico para quebrar a casca de ovo, o Eierschalensollbruchstellenverursacher. Em português algo como “o causador da marca onde se deve quebrar a casca do ovo”.

Screen Shot 2016-01-12 at 12.46.01 PM Garrafas retornáveis
Os alemães levam a reciclagem muito a sério, especialmente em relação às garrafas retornáveis de plástico e vidro. Elas são acumuladas em casa até alcançarem uma quantidade que justifique uma ida ao supermercado para devolvê-las. E recebem dinheiro de volta por isso – não muito, mas todos, ricos e pobres, retornam os vasilhames.

Screen Shot 2016-01-12 at 12.46.12 PM Muitas lixeiras
Os alemães levam a separação do lixo muito a sério. Em toda casa há uma lixeira para embalagens, outra para papel, uma terceira para o lixo misturado e ainda uma quarta apenas para o lixo orgânico. E como se não bastasse, em cada bairro existem contêineres para vidro, com entradas separadas para vidro verde, braco e marrom. Quem joga lixo no lugar errado pode ser multado.

Screen Shot 2016-01-12 at 12.46.22 PMProdutos de limpeza para cada superfície
Os alemães geralmente possuem um armário cheio de produtos de limpeza destinados a cada tipo de superfície na casa. Existem substâncias para limpar vidro, cerâmica, madeira, madeira artificial, metal e até mesmo para limpar o vidro dos fornos elétricos sem arranhá-los.

Screen Shot 2016-01-12 at 12.46.27 PM Uma parede cheia de livros
Quando se trata de livros, os alemães gostam de ostentação. Em quase todas as famílias alemãs há pelo menos uma grande estante cheia deles. Desde os clássicos escritos por Goethe, Schiller e filósofos alemães até críticas de arquitetura contemporânea. Os livros não estão lá necessariamente para serem lidos, mas sobretudo para serem vistos.

Screen Shot 2016-01-12 at 12.46.32 PM

Um exército de pastas
O alemão típico preza pela ordem, e suas grandes aliadas nessa tarefa são as pastas de arquivo. Elas armazenam cuidadosamente certidões de todos os tipos, (muitas) apólices de seguro, contratos, extratos bancários e declarações de imposto. Por lei, todos os documentos importantes devem ser guardados por dez anos.

Screen Shot 2016-01-12 at 12.46.39 PM Janelas que abrem inclinadas
A chanceler federal, Angela Merkel, disse uma vez que nenhum país pode construir janelas tão bonitas e funcionais como a Alemanha. E é verdade. As janelas alemãs oferecem a possibilidade de serem abertas só na parte de cima, inclinadas, como basculante, numa posição que permite apenas uma lufada de ar fresco.

Screen Shot 2016-01-12 at 12.46.43 PMVerdadeiras “cortinas de ferro”
A obsessão dos alemães pela privacidade é evidente em suas persianas. Em muitas casas, elas são de metal, desenroladas automaticamente para cobrir toda a janela, pelo lado de fora, evitando olhares indiscretos do exterior.

Screen Shot 2016-01-12 at 12.46.53 PMDuas cobertas de solteiro na cama de casal
Nos leitos alemães o sentido prático supera o romântico, especialmente no que diz respeito aos cobertores. Os casais alemães até podem dormir na mesma cama, mas para que compartilhar cobertas se cada um pode ter sua própria?

Screen Shot 2016-01-12 at 12.46.59 PM Pá para limpar a neve da calçada
No inverno, é responsabilidade de cada alemão manter a calçada em frente à sua casa livre de neve, para evitar que passantes escorreguem, e para isso eles usam a tradicional Schneeschaufel, a pá de neve. Se alguém cair e se machucar, o morador pode ter que pagar indenização. Em condomínios, os residentes se revezam na tarefa – raramente existe um zelador